E assim foi…

Pois é amigues, sobrevivi aos 600km que separam o Rio de SP.

Quem me lê acompanhou a jornada Nike 600k, desde quando me chamaram para entrar, passando pelos treinos em que me machuquei….e finalizando na tão esperada entrada na equipe Athletics West.

Quarta-Feira, 20, foi o congresso técnico da prova, esclarecemos dúvidas, conhecemos os companheiros de equipe (de outros estados) e recebemos a mochila, camisetas e óculos.

A Nike foi incrível nos kits e em tudo mais que foi entregue para cada integrante de cada equipe, em poucas palavras posso dizer que foi sem miséria. E aí conheci minha equipe, o técnico, discutimos os trechos, horários e tudo mais…

Saí de lá umas 9pm, cheguei em casa e fui fazer a mala de comidas e a mala de férias, pois meu chefe querido (que tb correu) me deu uma semaninha pra ficar no Rio depois da prova.

E aí quando eu vi tinha uma mala de rodinha, a mala da Nike, uma mochila de comida e uma mochila pra levar na van, tipo uma cafona com excesso de bagagem….

Não consegui dormir, era pra chegar no Ibirapuera as 4 da manhã logo teria que acordar umas 2:30. Muita ansiedade como há tempos não sentia, um frio na barriga delicioso que eu queria que durasse pra sempre!!

O taxi veio me pegar, peguei a Camila, o Ricardo da O2 e o Zé meu chefe.

Piriri pororó….foi dada a largada às 5am, eu seria a quinta a correr, a primeira mulher.

Depois do segundo ou terceiro trecho foi que entendi como funcionava. Tínhamos uma van, um carro e uma moto. Na van ia toda a equipe, no carro iam os dois próximos a correr e na moto ia o anjo que acompanhava cada corredor em seus trechos dando água e apoio moral.

E aí que a logística era meio complicada, tinha que pegar que correu, quem ia correr tinha que estar a postos no posto de troca seguinte e por aí vai. Foi isso durante os 3 dias, dava uma paradinha, andava, parava, andava……

Essas fotos eu tirei ainda em Sp, no comecinho…ainda entendendo o que estava acontecendo.

Eu, Cris Carvalho e Penélope.

Nosso Carro (Novo Uno, fooooofo)

Na Anchieta, eu e o Fabiano Proti da Nike, que fez o primeiro contato comigo para comecar a treinar, sem o qual nada disso teria sido possível.

Anchieta, vans, carros, corredores, adrena…..

Os caras.

Meu primeiro trecho foi no Riacho Grande, um lugar lindo onde fui outro dia com a Ana Paula (minha editora da VO2)  me aventurar na vida de Biker, só me liguei disso 5 minutos antes de largar….

O trecho era o seguinte:

Fiz em 00:33 e alguma coisa. Saí rasgando, indo contra tudo que havia planejado que era me preservar no começo e apavorar no final…

É muito difícil resistir à pilha do povo da van.

Essa foto é no Riacho….

Meu Segundo trecho foi o mais lindo!

Comecei na praia, depois mato e depois asfalto. As dores já estavam fortes….mas o Advil segurava a onda.

Eu e meu anjo atrás de moto.

Corremos dois trechos por dia, era pra ser 3 mas ficou decidido que um de cada seria para a corredora coringa.

Passamos em lugares lindos, rimos muito, fizemos massagem uns nos outros, abraçamos companheiros suados e fedidos, trocamos comidas e segredos, aliviamos dores alheias….

Por fim, chegamos em Maresias…não me lembro o horário, só lembro que eu e a Penélope fomos dormir por volta de 11pm….

Nesse último mento do dia eu já sentia muita, mas muita dor nas canelas, a canelite dava sinais que de não daria trégua, coloquei a meia de compressão (num puta calor) e boa noite.

Essa é minha equipe. Falta a Penélope, o Aspira, o Victor Jahara e o Mateus Verdelho.

E esse é o João Montenegro da Runners do Rio. Meu técnico. Mal cria que só ele….

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: