Minha primeira vez.

Não contei quando soube que ia para não correr o risco de ter que me justificar caso tudo desse errado.

Na Quinta-Feira recebi um email da Renata da Giornate (aka Sta Constancia) me convidando para ir ao Rio correr a meia maratona e obviamente não consegui dizer não, obrigada! mesmo ciente de que talvez não fosse a hora de correr essa prova.

Quem me acompanha sabe eu já havia abortado a missão 21km no RJ por  ter machucado meu pé nos treinos para esses mesmos 21km, me conformei, esperei ficar boa, fui no médico, fiquei parada exatos dois meses….

E realmente Deus ri quando a gente faz planos, eu planejei tanto e no final aconteceu tudo isso…

E aí que fui né, saímos daqui Sábado de manhã rumo ao Aeroporto St.D onde estava um tempo horrível, meio frio e chuvinha fina. Chegamos no Mar Palace, hotel do querido Rapha Pazos que conheci junto com sua esposa em minha última ida ao RJ, fizemos umas fotos e tal, e aí de lá seguimos pro Fratelli almoçar com o pessoal da Sta. Const.

Fomos pro Rio Eu (Revista O2), a Karine César (Corpo a Corpo), Mariliz Jorge (Women’s Health) e a Yara Uchoa (que escreve pra várias revistas do segmento), a Renata Giordano (Diretora da Giornate) e a Renata Nacarato (Coordenadora da Giornate), as 4 primeiras meninas foram para correr e são meninas que treinam sério, correram a Nike 600, não fumam e não estiveram machucadas, o que me deixava ainda mais insegura para a história.

Ah, antes de tudo ganhamos um kit incrível da Sta com bermuda de compressão, legging hard 8(um bafo essa legging, ela ajuda na recuperação muscular), camisetas de finisher, necessaire e um top customizado com nossos tamanhos exatos (corri com ele, nunca senti meu peito tão firme) além de uma bolsa incrível!

Cheguei no hotel e claro que o kit da maratona já estava lá!

À noite fui no Lamole no jantar de massas com o pessoal da Revista e do #twittersrun, encontrei o Cesar da O2, a Erika, e o Harry (blogdoharry) demos umas risadas e fui embora,  e às 10pm já estava na cama pois teríamos que estar prontas para seguir pra largada às 5:30, coloquei gelo no pé, comi barrinhas e chocolates (antes havia jantado massa à valer!)…e dormi.

Ainda escuro, a querida Ane Kiefer, capa da O2 desse mês e seu treinador Julio “o Coelho” foram nos encontrar no hotel para seguir conosco na nossa van, chegamos na Barra umas 6:15 com um tempo horrível, frio, chuvoso e tudo mais que os corredores de elite ADORAM.

Confesso que fiquei bem tensa, meu maior medo era terminar a prova andando, sentir dores na lesão antiga, não conseguir fazer em menos de 3 horas e mais umas 500 outras nóias.  A largada atrasou etc e tal chovia, todo mundo estava bem junto meio se esquentando e aí qdo largamos meu ipod marcava 7:18. as outras meninas largaram com  pelotão de elite, eu fugi e fui largar lá de trás.

Seguimos…

Decidi que correria junto com a Ane e o Julio pois eles combinaram de manter um pace (é qto tempo vc demora pra correr 1km) 6 pra 1 e acabar tudo em duas horas. Eu não uso frequêncimetro, sabe, mas conheco bem meu corpo e combinei com o Julio de ficar nos 75% (de boa) até onde desse e conforme fosse eu diminuiria.

Passamos o túnel, Joá (meu trecho preferido) etc e qdo vi já estávamos subindo em direção ao Vidigal – a subida que me quebrou na Nike Human Race – falei pra Ane que já tava ficando tensa! E aí só sei, só lembro que fui e fui e fui, uma hora o Julio me mandou ir que dava e fui fui, qdo vi já tava no Arpoador, e depois no final de Copa e no Rio Sul, passando o Rio Sul dei um pau…olha, só lembro que ia passando as pessoas e passando, passando…..

Quando me dei conta já estava no vigésimo KM, no tempo exato que eu sonhava em fazer, digo sonhava pq antes da lesão eu queria fazer em duas horas, afinal seria minha primeira meia, e depois qdo a realidade de que eu estava parada desde Maio bateu eu pensei em fazer naquelas 3 horas, né.

Sério, foi me dando aquele negócio que eu falei no outro post de uma maneira muito louca, bateu primeiro qdo eu estava chegando em Copacabana (que é o lugar que mais me dá tesão correr) e tocava New Order – 60 miles an hour no meu Ipod, depois no último km….tipo demais, eu não sabia se diminuía pq não queria que aquele momento acabasse ou se entrava nos 95% (exaustivo) e acabava logo com tudo!

Passou tanta coisa na minha cabeça e eu só lembro que no 20,5 eu não queria que acabasse mais, queria sentir aquilo pra sempre, e de repente um monte de gente gritando, dando a mão pra gente bater, gritando pra não desistir…..Aliás, fiquei impressionada como as pessoas numa maratona são solícitas, tinha gente dando gelo, dando a mão, gritando força, pedindo pra não desistir…

E aí sei que acabou.

Cheguei lá, consegui, no meu ipod tocava Crystal do New Order, eu segurava sachês de gel, óculos, suspendia a saia, cuspia, limpava a boca….tudojunto e cheguei!

Consegui. Sem dor, com uma força que eu não sabia que tinha, meus pensamentos alinhados e claro com o cabelo dignidade ZERO.

Olhei no Ipod e marcava 9:20, perfeito, passei dois minutos das duas horas planejadas, fim.

Acho que nunca mais esquecerei minha primeira meia do Rio. Foi uma coisa muito louca que não sei se consegui expressar suficientemente bem nesse post, definitivamente não tem nada na vida que seja mais delicioso do que isso, quer dizer, talvez haja sim, mas não consigo ver nada além.

E hoje eu só consigo dizer que quero mais, quero maior, eu tava com saudade dessa Paula que foi substituída por uma que sentou no chão chorando morrendo de dor apertando o pé, que voltou à fumar com força total e que tinha picos leves de endorfina.

Tô muito feliz comigo mesma, claro que eu adoraria ter feito sub2, mas duas horas pra quem estava parada me fez uma criança muito feliz.

Preciso agradecer ao Pessoal da Giornate (Sta Constância) pois sem eles nada disso teria acontecido, foi sensacional, fiquei numa felicidade que nem estava dando conta!

Vcs foram incríveis do começo ao fim, me ajudaram a acreditar que Yes! We can e a voltar a me dedicar ao que me faz feliz nessa vida.

Tive ótimos encontros nesse RJ. pra constar.

O kit.

Nacarato.

Nike 600.

ˆ

Sta.Constância

Corpo a Corpo

Pascolatos

essa eu roubei pois não tenho nenhuma foto da Fernanda, a baiana mais animada e arretada a turma!!

Twittersrun

Ane.

Julio “O Coelho”.

O2 e Super Harry.

Quênianos.

Érika, eu te fotografo….

E vc me fotografa!

Luca Pascolato and the winners.

VIP pós-treino.

E sigo apaixonada…………

Anúncios

13 Respostas to “Minha primeira vez.”

  1. fiquei emocionada! Eu quero tb! será q um dia vou conseguir? deu pra sentir uma pontinha dessa sensação que vc descreveu!
    parabééééééééééééns!
    bjs

  2. pleasureisallmine Says:

    querer é poder vc sabe né?????

  3. Amiga, orgulho!!!Vc sabe que eu sou fa, ne?

  4. Amei o post, me emocionei lendo, de verdade… eu que corro pouco e ja acho o maximo, lendo parecia q eu tava sentindo tudo, espero um dia chegar la… ando desanimada e correndo pouco ultimamente pq aqui no RS ta tipo 0 (zero) grau quase todo dia, frio demais, mas sempre q entro aqui me animo muuuuito.
    Parabens, fico feliz por ter dado td certo, e adorei as fotos tb, gente linda e feliz ne? hehe
    beijos

  5. pleasureisallmine Says:

    Eu tb tava correndo bem pouco Fer, machucada e insegura mas foi ótimo conseguir fazer essa prova, provei pra mim mesma que posso sim voltar!
    Queria conseguir expressar melhor o q eu senti…mas isso foi o que saiu ahahahahahahah!
    Keep running grrl!

  6. Oi Paula!

    Dá gosto ler os seus posts…dá pra perceber que vc ama o que faz e passa isso pras pessoas que lêem.
    Quando tiver um tempinho, podia dar umas diquinhas bem básicas pra quem é meio sedentária ainda e gostaria de começar a correr?
    Um beijão!
    Adoro seu blog!

  7. pleasureisallmine Says:

    Oi Vi,
    posso tentar dar umas paulices pra começar a correr, minhas dicas nem sempre são mto precisas até pq nao sou uma corredora muito séria, mas juro que vou tentar!!!!

  8. Paula, você foi MUITO guerreira e não os surpreendeu, pois já acreditávamos em você!
    Bjooo e continua firme e forte!

  9. Fernanda Carvalho Says:

    Paulinha parabéns pela prova! Arrasou e ainda me passou no final super bem, empolgada parecia que estava correndo 5 k rssss e eu morta.

  10. pleasureisallmine Says:

    Vc foi ótima Fer e me deu a Dica da castanha, que vou levar pra sempre!!
    triatleta arretada!

  11. Obrigada Paula! As “paulices” serão muito bem vindas! Nada como dicas de uma pessoa que tem tanta paixão pelo que faz!

    Bjos!!!!

  12. ótimo relato!

  13. […] E junto com tudo isso vinha o lado nostálgico de essa prova ter sido minha estréia nos 21k em 2010. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: