Ego.

Hoje me deu vontade de falar sobre o ego.

Fiz um balanço dos últimos meses da minha vida e me deu vontade de falar sobre essa parte da consciência (a mais superficial de todas) das pessoas que tanto influênciou os caminhos.

O ego conforme consta é o “centro da consciência inferior, diferente do Eu, que é centro superior da consciência.” E na minha insignificante opinião é ele que destroi amizades, amores, relações profissionais e tudo mais que é extremamente importante nas nossas vidas, é ele que deixa as pessoas desesperadas, loucas e numa eterna insatisfação, uma eterna busca sei lá pelo o que.

Tive o desprazer de conhecer uma pessoa extremamente desagradável no local onde trabalhava, sei que ela não é a única no mundo, mas foi a que eu observei mais de perto até hoje.

Fiquei bem impressionada com a maneira como é obssessivo o desejo de provar ! Provar o que quer que seja, simplesmente provar e tentar fazer com que o mundo inteiro acredite ignorando assim o que esse mesmo mundo inteiro tem a dizer ou mostrar.

Isso não serve só para essa pessoa não, serve para todo mundo que acha, jura e tem certeza absoluta que sabe de tudo e fala isso com a boca cheia.

Meu amor, a gente não sabe nada de nada, a vida vive dando lições, dando voltas, mudando coisas que pareciam tão certas e desmentindo verdades que pareciam tão aboslutas. Eu já aprendi isso, por isso não sinto mais o desespero quando as coisas não saem como EU planejei.

Nos últimos dias eu pude ter certeza que as coisas dão voltas e se a gente têm por destino voltar para o mesmo lugar (de onde não deveriamos ter saído) a gente volta mesmo.

Eu sempre acreditei muito nas pessoas, sempre fui uma amiga classe A (modéstia à parte), sempre fiz o possível e às vezes até o que eu não deveria para ajudar as pessoas, e sinceramente prefiro continuar assim na minha vida, percebi que isso faz com que meu coração permaneça aberto e corado, posso quebrar a minha cara algumas vezes mas tenho certeza que no final da minha vida vou ter me orgulhado de ter sido doce com quase todo mundo que passou por ela.

O EGO seria um bom motivo para eu começar a desconfiar um pouco mais de todo mundo, afinal ele já me mostrou sua cara diversas vezes, tanto em pessoas queridas quanto nas mais insignificantes, só que não é o suficiente.

Prefiro continuar boba e doce à ser o contrário (dos dois adjetivos).

A maternidade me deu a doçura que eu nunca tive, sempre fui encrequeira,  não gostava de determinadas pessoas sem ao menos uma desculpa pláusivel para tal, implicava e gongava todo mundo que não era da minha turma, dentre outras babaquices…..

Ser doce dá menos trabalho do que não ser.

Anúncios

7 Respostas to “Ego.”

  1. muito bom paula!

  2. adorei muito!!!

  3. acredito demais nisso, ser doce realmente da menos trabalho e faz sentir leve!!! e nao julgar eh tudo!

  4. 😉 Veja isso, que tem tudo a ver com a sua reflexão: http://www.youtube.com/watch?v=UF8uR6Z6KLc

  5. verdade: essas pessoas sabichonas são as mais não sabichonas, pq fazem isso pra esconder suas inseguranças, não tenho a menor vergonha de dizer, não sei, aliás digo isso muito sabe…..rs….e continuarei a dizer!

    ótimo texto amiga!!!!!

  6. Alê Gomes Says:

    Paula, sensacional teu texto.
    Tive vontade de mandar por email pra várias pessoas, só tem a acrescentar! Vc disse tudo ao escrever q o ego destroi amizades q poderiam ser ótimas, profissionais q deixam de produzir um trabalho fantastico por simplesmente não aceitar a opinião do outro.
    Para essas pessoas com a mente fechada, focada somente às próprias ideias, só podemos desejar que um dia sejam capazes de aprender e ver o qto o mundo e outras pessoas tem para ensinar.
    Bjo grande!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: